sábado, 24 de maio de 2008

Porque hoje é Sábado!

Sei de um Rio
Camané

14 comentários:

elvira carvalho disse...

De arrepiar. Se tivesse que escolher um sucessor para a grande Amália, acho que ia ficar indecisa entre a Mariza e o Camané.
Um abraço e bom Domingo

OBSERVADOR disse...

Camané estará dia 30 de Maio (hoje) no Teatro Municipal de Almada, às 21.30 horas.
Creio que vai haver casa cheia.

elvira carvalho disse...

Passei por aqui.
Deixo um abraço e votos de bom fim de semana

elvira carvalho disse...

Passei por aqui. Está tudo bem amiga?
Um abraço

OBSERVADOR disse...

Estranho tamanha ausência, Franky.
Dá notícias, sim?

Beijinho

elvira carvalho disse...

Passei. Deixo um abraço e votos de bom fim de semana, e se tiver um tempinho diga alguma coisa. Para sossegar os amigos.
Abraço

OBSERVADOR disse...

Franky

O que se passa?

Beijinho

elvira carvalho disse...

Passei. Deixo um abraço e votos de que tudo esteja melhor

jcachorro disse...

Tenho vindo aqui várias vezes mas não comentei.
Há muito que não dás notícias, Franky! Espero que apesar disso, esteja tudo bem.
Beijos

elvira carvalho disse...

Passei. Deixo um abraço.

OBSERVADOR disse...

Franky

Como vês, fazes falta.
Força, amiga.
Ultrapassa os momentos negativos e vem daí.
Os teus amigos esperam-te.

Um beijinho

Franky disse...

Não tenho palavras para vos agradecer, a vossa simpatia e amizade. É por ela que preciso justificar a minha ausência, aqui no blog.
Há momentos na nossas vidas, complicados, confusos, em que ficamos inadaptados, indefesos, parados, à espera que eles passem. Há espera que desapareçam como por artes mágicas. Vamos ficando preguiçosos, cada vez mais calados, como se a voz deixasse de existir, como se as mãos deixassem de escrever, como se o pensamento fugisse para tão longe que nos é impossível acompanhar. Porque no fundo não estamos à espera, porque não sabemos ligar com certas adversidades que a vida nos vai oferecendo.
Negaria se dissesse que não sinto a falta deste cantinho e de todos vós, da nossa troca de ideias, mas os meus dia ultimamente têm sido preenchidos com outras preocupações, a doença do marido e o sentir o futuro cada vez mais preocupante e incerto.
Prometo que voltarei em breve, preciso voltar e escrever, e gritar e sentir a vossa presença perto de mim.
Obrigada àqueles que tanto carinho me têm dado. Obrigada de coração.
Beijinhos para todos

OBSERVADOR disse...

Um beijinho e muita força, Franky.

Volta depressa.

jcachorro disse...

Força Franky!
Sabes que estamos sempre por aqui, ou à distância de um telefonema.
Beijinhos para ti e as melhoras do Rui.